Os 20 melhores filmes de 1982

Eis uma época em que os melhores do ano também acompanhavam bilheterias gigantes. Basta ver o exemplo de E.T.: O Extraterrestre, de Spielberg, que, em seus filmes mais recentes, dos anos 2020, não consegue mais as mesmas marcas de público. Sinal dos tempos.

Na lista abaixo, Spielberg e Scott convivem bem com os Taviani, com Bergman e Godard. Os gênios encontram-se em momentos mais que inspirados, com direito às comédias de Sydney Pollack e Barry Levinson, além dos atos finais do extraordinário Fassbinder. Um ano e tanto.

ACOMPANHE NOSSOS CANAIS: Facebook e Telegram

20) Tootsie, de Sydney Pollack

O diretor é ótimo com dramas e filmes de época e faria, pouco depois, Entre Dois Amores. Aqui, volta-se à comédia da troca de sexo, com Dustin Hoffman mais que inspirado. No mesmo ano ainda tivemos Victor ou Vitória.

19) O Rei da Comédia, de Martin Scorsese

O diretor de Taxi Driver uniu Robert De Niro a Jerry Lewis para contar uma história sobre a loucura da televisão americana. De Niro faz um homem que quer a fama a qualquer custo, nem que para isso precise cometer um crime.

18) Frances, de Graeme Clifford

Jessica Lange ganhou o Oscar de coadjuvante por Tootsie e, neste mesmo ano, foi indicada à categoria principal por esse drama forte sobre a vida da atriz Frances Farmer, dos holofotes de Hollywood ao terror da lobotomia.

17) Querelle, de Rainer Werner Fassbinder

O último filme de Fassbinder é um movimento ao mundo de Jean Genet, entre o desejo e a morte. Em um porto de estruturas fálicas surge o marinheiro Querelle, que reencontra o irmão e atrai a atenção de todos.

16) Fitzcarraldo, de Werner Herzog

A loucura de Herzog na Amazônia peruana fez história. É um daqueles casos em que um filme foi terminado por algum milagre e de um cineasta em luta com si mesmo, tendo de lidar com os demônios de seu ator protagonista.

15) Classe Operária, de Jerzy Skolimowski

Um grupo de operários vai à Inglaterra trabalhar na reforma de uma casa vazia. Com pouco dinheiro e apenas um com o domínio da língua inglesa (Jeremy Irons), esses homens precisam sobreviver em terra estrangeira.

14) O Desespero de Veronika Voss, de Rainer Werner Fassbinder

O último filme da Trilogia da BRD, que ainda tem O Casamento de Maria Braun e Lola. Acompanhamos aqui os dias trágicos da vida de uma estrela do cinema alemão, redescoberta e seguida por um jornalista.

13) O Veredicto, de Sidney Lumet

Paul Newman é o advogado alcoólatra, visto jogando fliperama nas primeiras imagens, atrás de algum caso que lhe renda alguns trocados, e de cara com um caso que pode mudar sua vida. Inteligente, instigante e adulto.

12) Honkytonk Man – A Última Canção, de Clint Eastwood

Um dos melhores filmes de Clint na direção. Ele também assume o protagonista e é visto o filme todo pela perspectiva da criança que o acompanha (o filho Kyle Eastwood). É o artista em seu crepúsculo.

11) Cão Branco, de Samuel Fuller

O mestre Fuller ainda tinha muita lenha para queimar nos anos 1980. Seu Cão Branco é um exercício original sobre o ódio na sociedade americana. É sobre um cachorro treinado para matar pessoas negras. Assustador.

10) Quando os Jovens se Tornam Adultos, de Barry Levinson

O primeiro filme de Levinson é uma baita surpresa. Estamos aqui nos domínios da juventude, em seu ponto de encontro, nas noites e nos sonhos nem sempre concretizados. Com Mickey Rourke e Kevin Bacon.

9) Paixão, de Jean-Luc Godard

As personagens de Godard estão entre uma fábrica e um estúdio, entre o que muitos julgam não se reproduzir no cinema – a autêntica linha de montagem – e o cinema em seus bastidores, em sua revelação.

8) Gandhi, de Richard Attenborough

O épico do inglês Attenborough mostra as atrocidades cometidas pelos ingleses na Índia sob a colonização, nos tempos em que Mahatma Gandhi (Ben Kingsley) buscou a liberdade de sua nação pelo caminho da paz.

7) O Enigma de Outro Mundo, de John Carpenter

Um dos melhores de Carpenter, que volta à história de ficção científica já contada por Hawks em O Monstro do Ártico. Um grupo de pesquisadores na Antártida depara-se com uma força alienígena aparentemente indestrutível.

6) Desaparecido, de Costa-Gavras

Um pai procura pelo filho desaparecido no Chile após o golpe militar de Pinochet. Entre as andanças ao lado da nora, ele descobre que o governo americano está apoiando um regime ditatorial que tortura e mata pessoas.

5) O Caminho, de Yilmaz Güney e Serif Gören

É preciso relembrar Yilmaz Güney, voz importante contra o autoritarismo turco, que chegou a ser condenado a 18 anos de prisão por supostamente ter matado um juiz. O Caminho é sobre diferentes homens que deixam a cadeia.

4) Fanny & Alexandre, de Ingmar Bergman

Poucos filmes captaram tão bem, com tamanha nostalgia, a infância. Período de descobertas, aqui sobre um garoto que mantém contato com espíritos, sobre sua vida com o padrasto malvado ao lado da irmã pequena.

3) E.T. – O Extraterrestre, de Steven Spielberg

Outro grande filme sobre a infância. Há tantas sequências magistrais que é difícil escolher uma. A trilha de John Williams é um show à parte. E a escolha do elenco infantil, com Henry Thomas à frente, é outro acerto.

2) A Noite de São Lourenço, de Paolo Taviani e Vittorio Taviani

Não existem personagens de maior ou menor importância. É sobre a lembrança de um grupo de pessoas que tenta sobreviver aos conflitos da Segunda Guerra Mundial, no refúgio da igreja e nos caminhos da estrada.

1) Blade Runner – O Caçador de Androides, de Ridley Scott

A obra-prima do diretor, que decidiu tomar outro rumo em sua carreira posterior, com poucos acertos. Vemos aqui uma discussão existencial profunda banhada por fotografia e trilha sonora geniais. Tudo dá certo.

SOBRE O AUTOR:
Rafael Amaral é crítico de cinema e jornalista (conheça seu trabalho)

Veja também:
Os 20 melhores filmes de 1972

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s