Quadros: Tom na Fazenda

Resumo: Talvez em seu melhor filme, Dolan revela grande domínio da mise-en-scéne neste filme úmido, de seres reclusos, de dores reprimidas. Filme no qual um rapaz (o próprio diretor) vai para uma cidade do interior para o funeral do seu namorado e se envolve com a família do mesmo. A fotografia dá o tom da ausência, do desespero, do estado um pouco melancólico, um tanto selvagem, que se deseja transmitir. (Tom à la ferme, 2013)

Direção: Xavier Dolan
Direção de fotografia: André Turpin