Kim Ki-duk: “O silêncio permite que os espectadores ouçam o diálogo do coração”

De um modo geral, acho que um filme é a combinação de história e imagem. Silêncio sem linhas também é diálogo. No silêncio, as pessoas podem ficar atentas às expressões do rosto e da cena. O silêncio permite que os espectadores ouçam o diálogo do coração. Às vezes, faz mais sentido porque ajuda o público a entender e amar o personagem mau. Às vezes, atuar em filmes se torna melhor com diálogos e, outras vezes, com os olhos e a expressão facial. Para mim, o diálogo e os personagens são os mesmos.

 

(…)

 

Quando escrevo o primeiro rascunho do roteiro, uso muitos diálogos. Depois, mostro o roteiro aos atores, faço-os memorizar e, durante a filmagem, elimino o diálogo. Mesmo quando as falas são longas os atores entendem a emoção, então não há problema no momento da atuação. No caso de outros filmes, o diálogo é importante e às vezes torna o filme mais interessante.

 

(…)

 

Tudo que cresce torna-se pequeno novamente. Essa é a história e o processo da humanidade. Houve um período em que a arte floresceu e agora é apenas entretenimento. Algum dia as pessoas se cansarão de recreação e começarão a questionar a leveza do mundo e farão história novamente com perguntas e reflexão.

Kim Ki-duk, cineasta, em entrevista ao jornal El Tiempo (16 de janeiro de 2008; leia aqui em espanhol). Acima, cena do filme Casa Vazia; abaixo, o diretor no Festival de Veneza, em 2013.

ACOMPANHE NOSSOS CANAIS: Facebook, YouTube e Telegram

Veja também:
Godard: “O cinema quase nunca teve essa função de pensamento”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s