Dez grandes filmes sobre a causa operária

Os trabalhadores e seus conflitos tiveram destaque no cinema ao longo de décadas. De Chaplin a Godard, de Petri a Hirszman, não faltam bons exemplos de filmes sobre a causa operária. Abaixo, nossos dez (mais um!).

A Nós a Liberdade, de René Clair

Depois de escapar da prisão, homem consegue enriquecer ao vender vitrolas. Seu amigo, que continua preso, segue outro destino. Mais tarde, ambos voltam a se encontrar nesse filme de contornos mágicos.

Tempos Modernos, de Charles Chaplin

Foi acusado de plagiar o filme de Clair. Com seu Vagabundo metido em encrencas, Chaplin faz rir em meio à tragédia das linhas de montagem, da opressão do poder, e evoca o sonho de uma vida melhor.

O Preço de uma Vida, de Edward Dmytryk

O sonho, outro vez, corre pelo ralo. O homem da construção civil é corrompido pelo sistema e, antes em defesa da causa operária, passa ao lado dos patrões. Considerado um filme americano neorrealista.

Os Companheiros, de Mario Monicelli

Sob o comando do mestre da comédia à italiana, Marcello Mastroianni faz o professor embrenhado entre trabalhadores de uma fábrica têxtil. Filme extraordinário sobre a importância da consciência de classe.

A Classe Operária Vai ao Paraíso, de Elio Petri

O alienado logo percebe a enrascada na qual se meteu: sua fábrica destrói os operários. Depois de perder um dedo na linha de montagem, Lulu Massa (Gian Maria Volontè) começa a entender as engrenagens do sistema.

Tudo Vai Bem, de Jean-Luc Godard e Jean-Pierre Gorin

O quadros e cenários de Godard e Gorin em momentos assemelham-se a um teatro. Yves Montand faz um cineasta desiludido, Jane Fonda uma agitadora inflamada. É da fase mais politizada de Godard, à sombra de 68.

Norma Rae, de Martin Ritt

A protagonista, interpretada por Sally Field, faz uma operária da indústria têxtil americana. Ao perceber as injustiças de seu local de trabalho, ela une-se a um líder sindical e sua vida é colocada de cabeça para baixo.

Eles Não Usam Black-Tie, de Leon Hirszman

Da famosa peça de Gianfrancesco Guarnieri, o mestre Hirszman vai às diferentes faces da classe operária, no seio da família, com conflitos e gestos de afeto. A cena da separação dos feijões entrou para a história.

A Classe Operária, de Jerzy Skolimowski

Um grupo de operários poloneses muda-se para a Inglaterra para reformar uma casa. São liderados pela personagem de Jeremy Irons. Tudo muda quando eles não conseguem retornar ao seu país de origem.

A Fábrica de Nada, de Pedro Pinho

Uma feliz novidade vinda de Portugal. O diretor Pinho mostra a difícil rotina dos operários que descobrem o colapso da fábrica em que trabalham. Decidem se mover. Em momentos, o filme escapa a algo mágico.

E outra boa novidade recente (nossa extra) que pouca gente viu…

Em Guerra, de Stéphane Brizé

O diretor francês volta a trabalhar com seu ator-fetiche, Vincent Lindon. Como em outros filmes do realizador, eis um cinema físico, potente, sobre um grupo de pessoas em luta – ou, como se propõe, em guerra.

Curta nossa página no Facebook e siga nosso canal no YouTube

Veja também:
Vírus, pragas e doenças: medo e isolamento no cinema

19 comentários sobre “Dez grandes filmes sobre a causa operária

  1. 10 é sempre pouco né?
    Eu também acrescentaria: O Sal da Terra; Segunda-feira ao Sol; A greve; As vinhas da ira; O homem que virou suco.

  2. A Fábrica de Nada, de Pedro Pinho, é baseado numa história verídica: uma empresa portuguesa, cuja gestão foi assumida pelos próprios trabalhadores após o processo de falência e fuga da administração, com bastante sucesso, experiência essa que durou até meados da década de 80 do século passado.

  3. “Jorge, um brasileiro”, de Paulo Thiago. Filmagem do romance de Oswaldo França Jr., traduz com ironia a relação de trabalho baseada na exploração capitalista.

    1. Gostei das indicações. Pra quem já viu a maioria e quer novas sugestões: ‘A menina da fábrica de fósforos’, Finlândia, 1990 – Aki Kaurismaki, incrível!

Deixe uma resposta para leandro luiz fischer Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s