80 anos de Al Pacino: os dez melhores filmes com o ator

As várias faces de Al Pacino levam ao herói de voz anasalada e desleixado de Serpico, também ao vilão calculista Michael Corleone, da série O Poderoso Chefão. Em filmes incríveis, fez heróis e vilões com excelência. O ator sabe parecer explosivo sem exagerar. Impressionava, às vezes, ao passar do tom de maneira proposital – como em Scarface, entre montanhas de cocaína, e Fogo Contra Fogo, como o policial de um inferno acinzentado.

10) Parceiros da Noite, de William Friedkin

Policial infiltra-se na noite de boates frequentadas por homossexuais, no início dos anos 1980, para tentar encontrar um assassino em série. Grande filme atacado na época de seu lançamento.

parceiros da noite

9) Fogo Contra Fogo, de Michael Mann

Mann uniu, pela primeira vez na mesma tela, Pacino e Robert De Niro. O primeiro faz o policial experiente que precisa encontrar o grande vilão. Esse filme policial tem sequências e diálogos memoráveis.

fogo contra fogo1

8) O Sucesso a Qualquer Preço, de James Foley

Em papel coadjuvante, o ator rouba a cena nesse filme com roteiro de David Mamet, a partir de sua própria peça. Em cena, o capitalismo selvagem e quatro corretores lutando para conseguir vender imóveis.

o sucesso a qualquer preço

7) Serpico, de Sidney Lumet

O policial honesto em um mundo desonesto, sintetizado justamente em uma delegacia de polícia. Após o primeiro Chefão, Pacino tem um filme para chamar de seu e, de uma vez por todas, torna-se astro.

serpico

6) Os Viciados, de Jerry Schatzberg

Filme-revelação, visceral, agonizante, com a cara da Nova Hollywood. Pacino faz um viciado em drogas que tenta desviar dos problemas para, quem sabe, levar à frente uma história de amor.

os viciados

5) O Pagamento Final, de Brian De Palma

Olhar de Carlito Brigante – do inferno ao céu, depois novamente ao inferno – abre e fecha esse filme espetacular de De Palma, superando a parceria de Scarface. A sequência da perseguição, ao fim, é uma aula de cinema.

o pagamento final

4) Um Dia de Cão, de Sidney Lumet

Alguns dos melhores diálogos dos anos 1970 em outra pérola de Lumet. A história é real e narra as horas em que corre um assalto a banco. O protagonista quer dinheiro para pagar a mudança de sexo do parceiro.

um dia de cão

3) Espantalho, de Jerry Schatzberg

Road movie sobre dois camaradas que gritam em silêncio, em raros momentos em alto e bom som. Pacino é o menos equilibrado, Hackman o tipo durão que, ainda que tente, não pode deixar o outro para trás.

o espantalho

2) O Poderoso Chefão – Parte 2, de Francis Ford Coppola

A duelar antes com Marlon Brando, aqui Pacino tem caminho aberto para assumir total protagonismo da saga sobre uma família mafiosa. Faz um dos grandes vilões da História do Cinema. Merecia o Oscar.

o poderoso chefão parte 2

1) O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola

O filho pacato, militar, que voltou da guerra e, aparentemente, não queria se envolver nos negócios da família. Tudo muda quando seu pai sofre um atentato. Assume sua missão, aceita seu destino, e se torna o novo chefe.

o poderoso chefão

Curta nossa página no Facebook e siga nosso canal no YouTube

Veja também:
Os 100 melhores filmes dos anos 70

5 comentários sobre “80 anos de Al Pacino: os dez melhores filmes com o ator

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s