O final mais impactante do cinema, segundo José Mojica Marins

O final de O Bebê de Rosemary é o mais impactante que já vi. Ela [Mia Farrow] se aproxima do berço do filho e, rapidamente, o filme mostra os olhos da criança. É tudo muito rápido, um relance apenas, mas fui dormir várias noites pensando nessa cena. É um exemplo perfeito de como a sutileza pode ser horripilante. Os olhos têm um papel fundamental no cinema de horror e nos meus filmes também. Por eles, podemos enxergar a perturbação de cada alma.

José Mojica Marins, o Zé do Caixão, cineasta e ator, em depoimento ao jornal Folha de São Paulo (“Imagem é Tudo”, Caderno Mais!; 24 de janeiro de 2010; leia aqui), ao ser convidado a escolher a cena que, para ele, sintetiza a história do cinema.

Importante observar que “os olhos da criança” seriam, na verdade, os olhos do pai, ou seja, os olhos do próprio Diabo. No entanto, isso não é totalmente explicado e permite interpretações. O bebê no berço preto nunca é mostrado ao espectador. Acima e abaixo, dois momentos desse emblemático e assustador encerramento.

Curta nossa página no Facebook e siga nosso canal no YouTube

Veja também:
Os Inocentes, de Jack Clayton

2 comentários sobre “O final mais impactante do cinema, segundo José Mojica Marins

Deixe uma resposta para Rafael Amaral Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s