O final mais impactante do cinema, segundo José Mojica Marins

O final de O Bebê de Rosemary é o mais impactante que já vi. Ela [Mia Farrow] se aproxima do berço do filho e, rapidamente, o filme mostra os olhos da criança. É tudo muito rápido, um relance apenas, mas fui dormir várias noites pensando nessa cena. É um exemplo perfeito de como a sutileza pode ser horripilante. Os olhos têm um papel fundamental no cinema de horror e nos meus filmes também. Por eles, podemos enxergar a perturbação de cada alma.

José Mojica Marins, o Zé do Caixão, cineasta e ator, em depoimento ao jornal Folha de São Paulo (“Imagem é Tudo”, Caderno Mais!; 24 de janeiro de 2010; leia aqui), ao ser convidado a escolher a cena que, para ele, sintetiza a história do cinema.

Importante observar que “os olhos da criança” seriam, na verdade, os olhos do pai, ou seja, os olhos do próprio Diabo. No entanto, isso não é totalmente explicado e permite interpretações. O bebê no berço preto nunca é mostrado ao espectador. Acima e abaixo, dois momentos desse emblemático e assustador encerramento.

Curta nossa página no Facebook e siga nosso canal no YouTube

Veja também:
Os Inocentes, de Jack Clayton

2 comentários sobre “O final mais impactante do cinema, segundo José Mojica Marins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s