Os dez melhores filmes do anos 90 segundo a Cahiers du Cinéma

“Bíblia da cinefilia”, a revista Cahiers du Cinéma divulga anualmente seu top dez. A cada década faz o mesmo e apresenta suas pepitas de ouro do período. Tratando-se da revista, a polêmica é garantida. Suas escolhas sempre geram certo desprezo em alguns cinéfilos. Abaixo, os anos 90.

EMPATADOS ENTRE A DÉCIMA E A OITAVA POSIÇÃO

O Rio, de Tsai Ming-liang

A revelação desse grande diretor veio com Rebeldes do Deus Neon. Faria ainda o espetacular Vive l’Amour antes deste O Rio, sobre um garoto que não encontra seu lugar no mundo. Merece ser descoberto.

Edward Mãos de Tesoura, de Tim Burton

Talvez o mais emblemático filme de Burton, com todas as características de seu universo e Johnny Depp à frente do elenco, o rapaz com as mãos de tesoura. A Cahiers du Cinéma nunca escondeu seu apreço pelo diretor.

Crash – Estranhos Prazeres, de David Cronenberg

Eleito por este site o melhor filme da década de 90 (veja aqui). Cronenberg mostra um grupo de pessoas que encontra prazer na reconstituição de acidentes de carro envolvendo figuras famosas.

EMPATADOS ENTRE A SÉTIMA E A QUARTA POSIÇÃO

Os Imperdoáveis, de Clint Eastwood

O melhor filme de Clint, sua homenagem ao gênero faroeste e o amargo crepúsculo do caubói. Em cena, o próprio Clint é Will Munny, vindo do Missouri, “assassino de mulheres e crianças”, como diz a lenda.

Close-Up, de Abbas Kiarostami

Realidade e ilusão confundem-se nesse grande filme sobre um criminoso que fingiu ser o cineasta Mohsen Makhmalbaf. Kiarostami reconta a história com as pessoas que viveram o caso, incluindo o criminoso.

Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer, de David Lynch

A prequela da famosa série de televisão criada por Lynch, sobre a bela – e, como se vê ao longo da história, um pouco ordinária – Laura Palmer. Adorado pela Cahiers, o cineasta aparece em várias listas da revista.

De Olhos Bem Fechados, de Stanley Kubrick

O último filme do mestre. A obsessão de um homem (Tom Cruise) que, ao descobrir os desejos ocultos de sua mulher (Nicole Kidman), autoriza-se a vagar pela noite e termina em uma festa secreta e libertina.

EMPATADOS ENTRE A TERCEIRA E A PRIMEIRA POSIÇÃO

As Pontes de Madison, de Clint Eastwood

A história de amor entre Francesca e Robert. Filme adorável sobre uma fuga impossível, sobre os poucos dias de proximidade entre os amantes, descobertos só após a morte dela. Difícil segurar as lágrimas.

Adeus ao Sul, de Hou Hsiao-Hsien

O diretor taiwanês é um mestre. Adeus ao Sul talvez seja seu filme mais arriscado, a viagem de alguns rapazes que, às aparências, não fazem nada. Hou foge à narrativa convencional e agarra os sentidos.

O Pagamento Final, de Brian De Palma

Após sair da cadeia, Carlito (Al Pacino) esforça-se para não se envolver com o crime. Quer mudar, comprar um novo negócio e ir embora com a amada. Mas o problemas sempre dão um jeito de alcançá-lo.

Consulte aqui todas as listas da revista Cahiers du Cinéma

Curta nossa página no Facebook e siga nosso canal no YouTube

Veja também:
Os 20 melhores filmes de 1999

4 comentários sobre “Os dez melhores filmes do anos 90 segundo a Cahiers du Cinéma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s