Os dez melhores filmes de David Cronenberg

Com a aproximação da estreia do ótimo Mapa para as Estrelas, vale relembrar os melhores filmes de um cineasta genial, David Cronenberg. Das estranhezas da primeira fase, sempre mesclando carne e máquina, à brilhante visão da loucura americana em Marcas da Violência, sua carreira tem mais altos do que baixos. Ou talvez nenhum baixo digno de nota. O melhor dele, na visão do blogueiro, segue abaixo.

10) Scanners – Sua Mente Pode Destruir

Obra cheia de caminhos, sobre cabeças que explodem e sobre um homem em busca da verdade em sua sociedade vigiada, o que o diretor voltaria a abordar.

scanners

9) Senhores do Crime

Basta a sequência da luta na sauna para ter ideia da grandeza da obra, que dá a Viggo Mortensen talvez sua melhor atuação no cinema.

senhores do crime

8) eXistenZ

O jogo dentro do jogo, sem dar pistas sobre o que é real e o que não é. O objeto que faz jogar é feito de carne, move-se, e invade a mente dos jogadores.

eXistenZ

7) A Mosca

Sucesso de bilheteria, o filme colocou Cronenberg às portas do cinemão, com Jeff Goldblum fazendo um físico que se transforma em monstrengo.

a mosca

6) Um Método Perigoso

Freud e Jung têm seus momentos tensos, também de admiração, nessa obra apaixonante: o encontro de grandes pensadores em um mundo à beira do colapso.

2011, A DANGEROUS METHOD

5) Marcas da Violência

A vida interiorana, perdida, não durará muito: o homem, aqui, sempre é aterrorizado pelos demônios que retornam, e tem de revelar sua verdadeira identidade.

marcas da violência

4) Gêmeos – Mórbida Semelhança

Envolve medicina, sexo, diferentes personalidades, com um mergulho poderoso na relação dos irmãos vividos por Jeremy Irons.

gêmeos

3) Mistérios e Paixões

O vendedor pode ser um agente secreto, e tem em sua máquina um monstro que lhe entrega as missões. Poderosa adaptação da obra de Burroughs.

mistérios e paixões

2) Videodrome – A Síndrome Do Vídeo

Mais do que sobre a era do vídeo, é sobre a televisão. Sobre manipulação, com as doses de sexo típicas do diretor, e, de quebra, com as insinuações de Deborah Harry.

videodrome

1) Crash – Estranhos Prazeres

Obra-prima dos anos 90, sobre um grupo de pessoas que recria famosos acidentes de carro e se deixa envolver em relações perigosas.

crash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s