Os 60 melhores filmes sobre a infância

A primeira versão desta lista nasceu em maio de 2014. Ela continha 25 títulos. Por anos, foi uma das listas com o maior número de visualizações deste site. Mais de sete anos depois, chega a hora de renová-la: de 25 passamos a 60. Ao longo desse período foi possível descobrir mais filmes e permitir que a relação crescesse sem perder a qualidade. Há uma abundância de grandes filmes sobre a infância.

Desde que Auguste Lumière alimentou seu filho em O Almoço do Bebê, logo no nascedouro da sétima arte, em 1895, a infância permaneceu na mira das lentes do cinema. A imagem foi registrada por seu irmão Louis e, mais tarde, restaurada, com o acréscimo de cores (veja abaixo). Imagens vivas de uma criança real, um momento furtivo que entrou para a História.

De Feyder a Cukor, de Truffaut a Doillon, as crianças contaram histórias entre o realismo absoluto e a absoluta magia. Nos mais diferentes casos, o foco é a infância – nostálgica, marginalizada, raras vezes ilesa às besteiras adultas. Abaixo, 60 filmes especiais que dizem muito sobre nós – sobre o que fomos e o que perdemos pelo caminho.

ACOMPANHE NOSSOS CANAIS: Facebook e Telegram

60) Campo Grande, de Sandra Kogut

59) Verão 1993, de Carla Simón 

58) Na Idade da Inocência, de François Truffaut

57) Sete Minutos Depois da Meia-Noite, de J.A. Bayona

56) A Língua das Mariposas, de José Luis Cuerda

55) O Balão Branco, de Jafar Panahi

54) Transtorno Explosivo, de Nora Fingscheidt

53) David Copperfield, de George Cukor

52) Tomboy, de Céline Sciamma

tomboy

51) O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburger

50) O Rolo Compressor e o Violinista, de Andrei Tarkovski

49) Projeto Flórida, de Sean Baker

48) Verão Feliz, de Takeshi Kitano

47) O Senhor das Moscas, de Peter Brook

46) A Espinha do Diabo, de Guillermo del Toro

45) Minha Vida de Cachorro, de Lasse Hallstrom

44) O Lixo e o Sonho, de Lynne Ramsay

43) Cafarnaum, de Nadine Labaki

42) Filhos do Paraíso, de Majid Majidi

41) Visões de Criança, de Jacques Feyder

40) O Ídolo Caído, de Carol Reed

39) O Reflexo do Mal, de Philip Ridley

38) O Garoto da Bicicleta, de Jean-Pierre e Luc Dardenne

37) Oliver!, de Carol Reed

36) Império do Sol, de Steven Spielberg

35) Aniki Bóbó, de Manoel de Oliveira

34) O Labirinto do Fauno, de Guillermo Del Toro

33) Vítimas da Tormenta, de Vittorio De Sica

32) Leolo, de Jean-Claude Lauzon

31) Quando o Amor é Cruel, de Luigi Comencini

30) Ponette, de Jacques Doillon

29) O Velho e o Menino, de Claude Berri

28) Esperança e Glória, de John Boorman

27) Ninguém Pode Saber, de Hirokazu Koreeda

26) O Tesouro do Barba Rubra, de Fritz Lang

25) A Infância de Ivan, de Andrei Tarkovski

24) Brinquedo Proibido, de René Clement

23) Rio de Lama, de Kôhei Oguri

22) Adeus, Meninos, de Louis Malle

21) Túmulo dos Vagalumes, de Isao Takahata

20) O Fim de um Longo Dia, de Terence Davies

19) Alemanha, Ano Zero, de Roberto Rossellini

18) Meu Amigo Totoro, de Hayao Miyazaki

17) O Pequeno Fugitivo, de Ray Ashley, Morris Engel e Ruth Orkin

16) O Espelho, de Jafar Panahi

15) Cria Cuervos, de Carlos Saura

14) Zero em Comportamento, de Jean Vigo

13) Onde Fica a Casa de Meu Amigo?, de Abbas Kiarostami

12) Infância Nua, de Maurice Pialat

11) Corvos, de Dorota Kedzierzawska

10) Fanny e Alexander, de Ingmar Bergman

9) Eu Nasci, Mas…, de Yasujiro Ozu

8) Menino da Calça Branca, de Sérgio Ricardo

7) Os Esquecidos, de Luis Buñuel

6) O Balão Vermelho, de Albert Lamorisse

5) Kes, de Ken Loach

4) Pixote, a Lei do Mais Fraco, de Hector Babenco

3) O Espírito da Colmeia, de Víctor Erice

2) Os Incompreendidos, de François Truffaut

1) A Canção da Estrada, de Satyajit Ray

SOBRE O AUTOR:
Rafael Amaral é crítico de cinema e jornalista (conheça seu trabalho)

ACOMPANHE NOSSOS CANAIS: Facebook e Telegram

Veja também:
Os 30 melhores filmes sobre a velhice

62 comentários sobre “Os 60 melhores filmes sobre a infância

  1. Merecia estar nesta lista, “Os Meninos Da Rua Paulo” com direção de Zoltán Fábri, adaptação da obra de Fenec Molnár.

  2. Não sei se pode ser colocado na categoria “filmes sobre infância”, mas certamente Fanny e Alexander , do Bergman, fala de temas da infância e tem em Alexander, uma criança, o protagonista. O que acha?

  3. Boa iniciativa de disponibilizar estes filmes, há muita carência de recursos para educação infantil. Muito legal, parabéns! disse:

    Boa iniciativa de disponibilizar estes filmes, há muita carência de recursos para educação infantil.
    Muito legal, parabéns!

    1. Eu incluiria; ‘Fita Branca’, ‘Esperança e Glória’, ‘Pele, o conquistador’, ‘Oliver Twist’, ‘A língua da Mariposa’, ‘Indomável Sonhadora’, ‘O tambor’, ‘A Culpa é do Fidel!’, ‘Avida é Bela’, ‘Não Sou Eu, Eu Juro!’ e ‘Fanny & Alexander’…

      1. Olá. Bem lembrado. Na verdade, pensei em incluir esse filme, tal como “O Senhor das Moscas”. Mas não houve espaço para tudo. Abraços.

  4. Faltou o filme francês “A guerra dos botões”, 1962, do diretor Yves Robert.

    Estreia na França em abril de 1962, o filme bateu todos os recordes de bilheteria. Uma verdadeira maravilha, do romance homônimo de Louis Pergaud, “Uma sátira formidável à guerra dos adultos”.

      1. ” Só resta uma esperança ” (After the promisse), filme baseado em fatos reais, sobre a dolorosa separação de pais e filhos, após a morte precoce da mãe… com destinos ditados por um sistema público perverso…

  5. Qdo era criança, vi “Todas as Noites às Nove” (“Our Mother’s House”), com Dirk Bogarde. Incrível como as figuras de autoridade (autoritarismo?) são incorporadas pelas crianças órfãs. Vale a pena conferir.

  6. Faltam filmes nacionais, brasileiros. Dentre eles, podem ser citados: “Pixote, a lei do mais fraco”; “Quanto vale, ou é por quilo”; “Cidade de Deus”; “Como nascem os anjos”. São alguns que retratam nossa sociedade e os problemas complexos que envolvem a infância, adolescência e juventude.

  7. Reblogged this on Blog Psicologia no SUAS and commented:
    Há bastante tempo publiquei um Post (você pode acessar:http://craspsicologia.wordpress.com/2011/07/02/filmes-familias-psicologia-suas/) aqui com algumas dicas de filmes para facilitar o trabalhado com as temáticas inerentes ao trabalho social no SUAS, como: Família, sociedade, trabalho, identidade, sentimento de pertença, vínculos familiares e sociais, conceito de família, novas estruturas familiares, gênero, potencialidades/resiliência…), por isso, ao me deparar com este Post do Blog Palavras de Cinema, não poderia deixar de compartilhar com vocês, porque é riquíssimo. Aproveitem!

    1. Olá Christiane. Muitos dos filmes dessa lista podem ser encontrados em DVD, como Adeus, Meninos, Os Incompreendidos e Alemanha Ano Zero. Outros, como Infância Nua, infelizmente são inéditos em DVD, mas podem ser baixados. No geral, é verdade, não são filmes assim tão fáceis de encontrar e valem a procura. Abraços.

  8. Alguns eu acho que não deviam faltar: ‘Não sou eu, eu juro!’, ‘A cidade das crianças’, ‘A guerra de botões’, ‘A língua das mariposas’, ‘Eu sou o senhor do castelo’, ‘Na idade da inocência”, ‘Minha vida em cor-de-rosa’, ‘Eu não tenho medo’, ‘Fanny e Alexander’, ‘A culpa é do Fidel’, “Valentin’, “O pequeno Nicolau”, ‘Nenhum a menos’, ‘Como nascem os anjos’, ‘A lula e a baleia’, ‘Um mundo perfeito’, ‘Vermelho como o céu, ‘Oliver Twist’, ‘A pequena Miss Sunshine’, ‘Um grande garoto, ‘Em busca da terra do nunca’ e ‘A noviça Rebelde’.

    1. Olá. É verdade, falaram muitos. Pensei em Oliver Twist, na versão do David Lean, mas acabou não sobrando espaço. Volte sempre. Abraços.

  9. Faltou – Não lembro o nome do filme em que o pai e o filho são presos pela Gestapo e ele passa o tempo todo brincando e fazendo parecer ao filho uma situação diferente, e consegue deixá-lo nesta irrealidade, fazendo duplamente que o filho não sofresse com a realidade.

  10. Eu incluiria OS SINOS DE ANYA e A DOMADORA DE BALEIAS. Parabéns pela lista: ótima! Também ZARAFA, uma animação francesa e, claro: KIRIKU e todos do Michel Ocelot.

  11. Não vi comentários sobre Árvore dos tamancos e Conducta, além de Dersu Uzala, Guerra dos botões (original), Nenhum a menos, O tambor…

  12. Ótima seleção! Colocaria também, “Billy Elliot”, “O Senhor das Moscas” , “Guerra de Botões” e “O Balão Branco”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s