Os dez melhores filmes de 2013

A lista alonga-se. Muitos filmes bons chegaram no ano que acabou de terminar, de gêneros e tipos diferentes, de diversas nacionalidades. Há, na lista, do filme brasileiro sobre um cabaré dos anos 70 à história de uma mulher perdida no espaço, em luta pela própria vida. Abaixo, o melhor do cinema em 2013 – na opinião do jornalista que aqui escreve. PS: nem todos os filmes são de 2013, mas foram lançados nos cinemas ou chegaram à apreciação apenas nesse ano.

Veja também

Os piores de 2013

Os que prometeram e entregaram pouco

As melhores atuações

Os melhores de 2012

10) A Garota de Lugar Nenhum, de Jean-Claude Brisseau

Um olhar original sobre o bom e velho anjo da morte, às portas de um pensador.

a garota de lugar nenhum

9) Blue Jasmine, de Woody Allen

O grande cômico americano brinca com a tragédia nessa deliciosa comédia.

blue jasmine

8) Tatuagem, de Hilton Lacerda

O cabaré representa a libertinagem à contramão do militarismo brasileiro.

tatuagem

7) Instinto Materno, de Calin Peter Netzer

Ao centro, uma mãe capaz de tudo para salvar o filho – até mesmo ser uma vilã.

instinto materno

6) O Mestre, de Paul Thomas Anderson

Um homem retorna da guerra e encontra seu mestre – e sua religião.

o mestre

5) Azul é a Cor Mais Quente, de Abdellatif Kechiche

Não era bem uma cor quente até Kechiche expor essa paixão explosiva.

azul é a cor mais quente

4) A Bela que Dorme, de Marco Bellocchio

O mosaico de vidas de Bellocchio traz um trabalho devastador.

a bela que dorme

3) Gravidade, de Alfonso Cuarón

A busca pela gravidade, por estar no mundo, por escapar das amarras da vida.

gravidade

2) Um Estranho no Lago, de Alain Guiraudie

O fim não poderia ser diferente em um filme que tudo mostra: a escuridão.

um estranho no lago

1) A Grande Beleza, de Paolo Sorrentino

Qualquer obra que termine com uma santa lutando para subir uma escadaria já deixa claro o questionamento sobre a vida, e o que faz tudo isso valer a pena. Por que aquela decrépita faz aquilo? A resposta não deixa dúvida: é a vida, a nada doce vida.

grande beleza

E outras belezas do ano passado:

Adeus, Minha Rainha, de Benoît Jacquot

Alabama Monroe, de Felix Van Groeningen

Além das Montanhas, de Cristian Mungiu

Além do Arco-Íris, de Agnès Jaoui

Amor Pleno, de Terrence Malick

Antes da Meia-Noite, de Richard Linklater

Bastardos, de Claire Denis

A Caça, de Thomas Vinterberg

Camille Claudel, 1915, de Bruno Dumont

Dentro de Casa, de François Ozon

Depois de Maio, de Olivier Assayas

Django Livre, de Quentin Tarantino

Elena, de Petra Costa

A Filha de Ninguém, de Sang-soo Hong

Frances Ha, de Noah Baumbach

O Grande Mestre, de Wong Kar-Wai

Hoje, de Tata Amaral

A Hora Mais Escura, de Kathryn Bigelow

Killer Joe – Matador de Aluguel, de William Friedkin

A Memória que me Contam, de Lúcia Murat

Na Neblina, de Sergei Loznitsa

O Passado, de Asghar Farhadi

Reality – A Grande Ilusão, de Matteo Garrone

Rush: No Limite da Emoção, de Ron Howard

Os Suspeitos, de Denis Villeneuve

Um comentário sobre “Os dez melhores filmes de 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s